17 de mai de 2010

CANGURU E PACIENTES COM ALZHEIMER



Filhote de canguru age como terapeuta

de pacientes com Alzheimer

Convívio com animais pode diminuir pressão arterial e ansiedade








Canguru filhote devolve alegria aos pacientes.

.Um filhote de canguru tem ajudado pacientes a recuperar a alegria em uma casa especializada no tratamento de Alzheimer, em Salt Lake City, nos EUA, informou o site People Pets.



O pequeno canguru tem nove meses de idade e fraldas para evitar "acidentes" na clínica, onde ele tem o cargo de mascote oficial. Seu trabalho é ser amado e assim, entre um pulinho e outro, devolver alegria aos pacientes em tratamento. Muitos deles haviam deixado de falar ou interagir com outras pessoas, mas voltaram a socializar depois de conviver com o animal.



Esse é um exemplo de terapia assistida por animais, que tem ganhado cada vez mais adeptos ao longo dos anos. Além da clinica de Salt Lake City, existem cerca de 20 comunidades de idosos que vivem com animais em quatro estados norte-americanos.



Segundo especialistas ouvidos pela revista People Pets, a convivência com um animal de estimação pode reduzir a pressão arterial e ansiedade. Além de serem importantes aliados no combate à depressão.










Um comentário:

blogdaSerenadog disse...

Seu blog é suuper! Este post mostra bem a importância do contato físico entre os seres.Se eu estivesse lá, com os idosos, também daria muitas lambidas de carinho. Também tentaria dar umas voltinhas na bolsa do canguru, né (rs)...
Lambidas amigas