26 de set de 2010

FILHOTE QUE NASCEU SEM O ORIFICIO DO ÂNUS


 
E
AGRADECENDO AO
CLUBE VIRA LATAS






Olá.
Sou um filhote de apenas 45 dias de vida e minha história é diferente de todas as que vocês já ouviram.
 Nasci em uma ninhada grande. Meus donos são muito humildes e, durante os primeiros dias de vida, mamei normalmente.
 Porém, eles não notaram que eu sempre vomitava após mamar. Os dias foram passando e comecei a comer comidinha sólida. Apesar de tudo, sempre fui o mais gordinho dos meus irmãos e ao começar a me alimentar, fiquei imenso.
Foi quando meus donos notaram que eu vim com um “defeito de fábrica”: o orifício do meu ânus não se formou.
Em outras palavras, eu nunca havia defecado e todos os resíduos estavam se acumulando em mim.
 Começou a doer bastante.



Sem condições para pagar uma cirurgia e tristes com meu sofrimento, meus donos me levaram ao CCZ. Lá, eu seria sacrificado.

Foi quando o pessoal do Clube soube e resolveu apostar em mim. Me retiraram do CZZ e me trouxeram para o abrigo.
Aqui tem uma clínica veterinária e o médico do Clube nunca tinha visto nada igual.
Ele ligou para alguns colegas e começou a estudar o assunto. Realizaram alguns exames em mim e decidiram por arriscar uma cirurgia inédita: construir meu ânus.
Fui então preparado para a cirurgia, anestesiado e operado. Quando acordei, senti um grande alívio. A cirurgia foi um sucesso. Só me senti um pouco constrangido, pois o pessoal que ajudou disse que quando fizeram o cortinho e abriram meu ânus, soltei um pum imenso. Mas agora já está tudo limpinho.
Essas semanas me alimentaram e meu intestino está funcionando muito bem. Agora vou ficar em observação e, em breve, estarei em casa. Minha família está muito feliz e não vejo a hora de vê-los.

Vim aqui, além de contar minha historinha, agradecer a vocês que ajudam ao Clube.
Se não fosse por vocês, eu teria sido sacrificado e não estaria mais por aqui. Muito obrigado.
Devo minha vida a vocês.
 
 

Um comentário:

Sônia Silvino disse...

Tadinho! Ainda bem que foi resolvido o problema, Paty!
O blog está cada vez mais lindo, querida!
Lambeijocas!