28 de jun de 2010

SALVA PELA MORADORA


Uma coruja foi encontrada amarrada dentro de uma sacola plástica, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.
A ave foi resgatada por uma moradora da região e levada para o 18ª Batalhão da Polícia Militar.



Os policiais encaminharam a coruja para o veterinário Fernando Pinto Pinheiro, voluntário da Polícia de Meio Ambiente, que recolhe e trata de animais da fauna silvestre em sua clínica, no Bairro Eldorado.
 Como nesta sexta-feira (25) o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) não funcionou, por causa do jogo da seleção brasileira, a ave permanece na clínica.

O veterinário relatou que a moradora que socorreu o bicho contou que viu quando um carro de cor prata atirou a coruja pela janela, em um embrulho que ela pensou que fosse lixo.
Quando abriu o pacote, viu que se tratava de uma ave.
Segundo o veterinário, a coruja, apesar de assustada, não estava ferida gravemente.



A criação deste tipo de animal em cativeiro é crime e o acusado pode receber multa de R$ 5.000 e ser condenado a até dois anos de prisão.
 
 
 







 

Nenhum comentário: