29 de mai de 2010

RÃS DEFENDEM TERRITÓRIO





Rãs-de-olhos-vermelhos (Agalychnis callidryas)

se comunicam entre si através de vibrações, agitando plantas.
 Quando uma rã-macho sente que outro macho pode estar invadindo seu território, começa a se mover de maneira agressiva, contraindo e estendendo seus pequenos membros cerca de 12 vezes por segundo, o que envia vibrações pela planta até a outra rã. Geralmente, o outro macho envia o mesmo sinal como resposta.


Muitos cientistas estudam como os animais se comunicam entre si usando sinais acústicos e visuais, além da interação física.
Mas o efeito das vibrações geralmente é subestimado.

“Eles estão essencialmente fazendo flexões com suas pernas traseiras, mas flexões realmente rápidas”, diz Michael Caldwell, que faz pós-doutorado no Instituto Smithsonian de Pesquisa Tropical e é o principal autor do estudo.



O ato é um sinal de agressividade masculina, testemunhado durante a estação de acasalamento das rãs. Os machos podem também enviar sinais acústicos uns aos outros, ou se envolver em lutas físicas até que a rã mais fraca deixe o local, segundo Caldwell.

 

Após observar a tremulação, Caldwell testou sua hipótese armando disputas territoriais entre rãs, com o uso de uma rã robótica e um sacudidor mecânico.

 

Ocorrências de macacos balançando galhos para outros, por exemplo, sempre foram interpretadas como uma forma visual de comunicação, explica Caldwell. Seu estudo foi a primeira demonstração de sinalizações com vibração de plantas no caso das rãs.


O estudo é resultado da pesquisa de doutorado na Universidade de Boston e foi publicado na revista “Current Biology”.


Quando uma rã-macho sente que outro macho pode estar invadindo seu território, contrai e estende seus membros cerca de 12 vezes por segundo, o que envia vibrações pela planta até a outra rã.










Um comentário:

Gigi e Lola disse...

TENHA UM LINDINHO FIM DE SAMANA!!!

LAMBEIJOKAS E AUBRACINHOS

LOLA