9 de mai de 2010

NA ROMÊNIA



Ativistas realizam manifestação em protesto à decisão do governo de matar milhares de cães abandonados


Grupos de direitos animais realizam hoje manifestação em Bucareste, capital da Romênia, em protesto à decisão do governo de matar milhares de animais abandonados



O prefeito de Bucareste, Mihai Atanasoaei, disse que, se no prazo de 14 dias, os milhares de cães abandonados que vivem nas ruas da capital da Romência não forem adotados, eles serão mortos. A cruel e inconsciente decisão da administração da cidade, tomada em virtude de ocorrências de mordeduras, revoltou muitos moradores e defensores de animais, que marcaram um protesto para hoje nas ruas do centro.



A ativista Marcela Lungu disse que, em lugar de assassinar os animais, os cães deveriam ser esterilizados. Ela informou que uma lei anterior não conseguiu reduzir o número de cães abandonados, embora cerca de 150.000 cães tenha sido sacrificados.



O parlamento romeno adiou a votação sobre a legislação sobre cães, gatos e cavalos por dois anos.



Existem entre 40.000 e 100.000 cães abandonados em Bucareste.



Nota da Redação: Os animais são vítimas de pessoas irresponsáveis, criminosas, más, que jogam nas ruas esses pobres cães, obrigando-os a perambularem com fome, frio e expostos a doenças e maus-tratos. As pessoas que abandonam animais, únicas culpadas, deveriam ser condenadas à prisão e a pagarem multas pesadíssimas. Do Brasil, nos solidarizamos com os manifestantes romenos.

 
 
Fonte: ANDA



Nenhum comentário: