23 de abr de 2010

DICAS SOBRE ALIMENTAÇÃO E LIMPEZA DO AQUÁRIO



Um aquário cheio de peixinhos atrai pessoas de todas as idades.
Algumas montam aquários para os filhos e outras só por hobby mesmo.
 Mas será que elas realmente sabem o que deve ser feito para criar peixes ornamentais em casa?



Para se ter um aquário de boa qualidade e peixes saudáveis, que poderão viver por muitos anos, é preciso tomar alguns cuidados básicos, como explica Pedro Henrique de Oliveira Viadanna, veterinário especializado em peixes da USP
(Universidade de São Paulo).



- O peixe depende de uma boa qualidade de água, alimento, luz e abrigo. Antes de comprar um peixe, é importante um aquário de tamanho adequado ao animal que você pensa em comprar. O aquário deve ficar em lugar arejado, ventilado, que tenha luz solar direta ou indireta em algum horário do dia e que seja sossegado para diminuir o estresse nos peixes.



Aliás, você sabia que é por isso que colocamos isopor debaixo dos aquários?
Segundo o veterinário, é para diminuir o tremor causado pelos passos das pessoas da casa e, consequentemente, o estresse dos animais.
Oliveira também explica que a escolha e a limpeza do aquário são muito importantes para a longevidade desses animais.



- O aquário deve ser de boa qualidade e de fácil limpeza. Pensando em qualidade de água, devemos lembrar que cloro não é bom para o peixe.
A água da piscina irrita os nossos olhos e a água da torneira irrita as brânquias dos peixes. As brânquias são responsáveis pela respiração.
Se as brânquias estiverem irritadas, o peixe não respira e morre.



Desta forma, para manter seus aquários higienizados, o ideal seria – de acordo com o veterinário – a pessoa usar algo que neutralize o cloro. Isso pode ser feito com kits vendidos em lojas especializadas ou de uma maneira bem caseira: deixando a água que vai preencher o recipiente “descansar” de dois a três dias – obviamente, tampada para não atrair mosquitos.



Viadanna explica ainda que a introdução do peixe no aquário também deve ser feita a partir de alguns cuidados especiais.



- Deve-se deixar o saco [aquele em que o peixe vem, quando é comprado] fechado com o peixe dentro do aquário com água, num período de quinze minutos a uma hora. Isso deve ser feito para acontecer a adaptação do peixe à temperatura da água.


Troca da água



Um dos temas polêmicos quando se fala de cuidado com peixes ornamentais é, definitivamente, a troca da água. Alguns especialistas aconselham a troca semanal. Outros, falam até em troca mensal. Oliveira sugere a principal limpeza do aquário ao menos uma vez por semana.



- E a água do aquário nunca deve ser completamente trocada. Senão, microorganismos importantes para os peixes serão perdidos e o animal poderá adoecer e até morrer. O ideal é a limpeza semanal do aquário e diariamente a retirada de folhas mortas e excesso de alimentação.



Vale dizer que, durante a limpeza, nenhum produto detergente pode ser utilizado. Escova e bucha bastam para a higienização do aquário.



Alimentação



Quer saber se o seu peixinho está se alimentando adequadamente? Oliveira salienta que dar comida demais aos peixes não é boa coisa, como muitos pensam.



- Não alimente demais os peixes, isso não é bom. Quanto maior a quantidade de alimentos no aquário, mais vezes por semana a pessoa terá de limpá-lo e o excesso de comida pode levar a uma mudança de PH da água, e conseqüentemente à morte dos peixes.



É necessário também que os donos de peixes conheçam um pouco da biologia das espécies que colocam no aquário. Afinal de contas, se você juntar duas espécies muito dominantes, territorialistas, certamente haverá briga entre elas.











Nenhum comentário: