20 de jan de 2010

LABRADOR E A COBRA

Cão se enrola e fica com cobra no focinho



Labrador foi brincar com réptil assassino e ficou com nariz entupido

A dona do labrador Bronson, Deborah Allen, escutou um latido abafado, vindo do quintal da casa dela, em Yarragon, perto de Melbourne, no sul da Austrália. Correu até lá e viu a cena assombrosa: o coitado do cachorro tinha uma cobra dando um nó no seu focinho. Mesmo assustada, Deborah teve sangue frio e pegou uma câmera para registrar, antes de chamar o veterinário.

 
O especialista livrou Bronson da cobra. O réptil é do gênero austrelaps, venenoso. O animal, que come sapos e ratos, pode medir até 1 m. O cão tinha sido picado, mas parecia resistir, meio tonto.

 
Bronson foi levado a uma clínica, onde ficou internado por quatro dias. Por sorte, a picada no cãozinho curioso não foi fatal. Ele passa bem, mas, segundo o veterinário, vai ficar em observação em casa por uns dias. Está sendo treinado para não brincar no quintal com cobras assassinas.






Quando uma cobra vira a focinheira, melhor mudar a proteção.



Fonte: R7






2 comentários:

Bobebabiando disse...

Olá, amiga!
Como divido minha vida entre o campo e a cidade sempre tenho em mãos o medicamento natural "Específico Pessoa".
É um medicamento polêmico, porém já vi funcionando num boi mordido por cascavel, meu sócio mordido por escopião e mais polêmico ainda foi eu ter usado em uma queimadura profunda que tive no braço ao qual um ferro quente entrou e ter cicatrizado sem nem mesmo precisar de raspagem! Tenho só uma mancha no local.
http://www.faperj.br/boletim_interna.phtml?obj_id=2455
Beijosss

Fernanda e Pink disse...

Nossa! Não quero nem pensar nisso....