1 de dez de 2009

SONHO DE RATO

Ao dormir, animal revive experiências  do dia-a-dia

E eu me perguntava: será que os animais sonham?
Sonham sim, como a gente.

Eles, têm estremecimentos repentinos como se estivessem reagindo a algum tipo de emoção, um susto por exemplo.
Um grupo de pesquisadores de Massachusetts (MIT)  descobriu o porque esse comportamento ao analisar quatro ratinhos: os bichos também sonham. E com o que? Com experiências já vividas.
Os roedores do laboratórios relembraram durante os sonos os momentos que passaram em labirintos onde foram treinados.
Sonham com comida, quase sempre, ou que fogem de animais.

Os pesquisadores chegaram a essa conclusão por meio de uma comparação engenhosa.
Primeiro implantaram eletrodos nos cérebro dos ratos, para medir as cargas elétrica  dos neurônios no hipocampo, a àrea responsável pela memória. Depois mediram  os níveis de atividade mental dos bichinhos, enquanto eles perambulavam pelo emaranhado de paredes no labirinto.
Posteriormente constataram que a mesma descarga se repetia durante os sono dos reoedores.
A pesquisa tem implicações paralelas. Ela sustenta a tese que o sono tem papel fundamental no processo de memorização e, consequentemente, no aprendizados de novas habilidades.
Associa ainda os períodos  de sono mais profundo, conhecido como REM, a sigla inglesa para "movimentos oculares rápidos", as recoradções remotas, e relaciona lembranças imediatas às fases mais superficiais. Por enquanto essas implificações são hipóteses.






Coisa que não tiraria o sono de bichos como Garfield, o gato glutão e preguiçosos das histórias de quadrinhos



Afinal, todo nós sabemos que ele só sonha com comida, muita comida!!!














Fonte: Revista Veja






Nenhum comentário: