2 de nov de 2009

***SAUDADES***

A morte
de animais nos abate com tamanha carga emocional, que temos a sensação que a vida sem eles não tem sentido. Mas o tempo com sua função cicatrizadora acaba por nos persuadir de que há motivo para continuar viver.

Nas Fotos:

Eu e o cãozinho Bob: nunca te esqueço!!
Companheirinho, amava jogar bola, atencioso e amoroso.







2 comentários:

rosane disse...

Nossa que saudades........realmente o Bob era especial.
Valeu Paty a lembrança; e vc rsrsrs
criança de td.
Bjks

...ǤŘéŁ disse...

ÉEE Sane ...passou muitos anos e ele por se cão amoroso, nunca saiu dos nossos corção...